Acervo da Biblioteca Esmeraldo Siqueira será incluído na Coleção de Periódicos Nacionais

bagolin e dácioO diretor da Biblioteca Mário de Andrade (SP), Luiz Armando Bagolin, esteve na sede da Secretaria de Cultura (Secult/Funcarte) na última sexta-feira em visita ao secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão.

Bagolin esteve tratando da inserção de parte do acervo da Biblioteca Esmeraldo Siqueira no projeto Coleções Periódicos Nacionais. A iniciativa prevê a digitalização de publicações e registros com relevância histórica, sobretudo periódicos antigos (jornais e revistas), que serão disponibilizadas para pesquisa em uma plataforma virtual para qualquer pessoa com acesso à internet.

Com patrocínio do BNDES, o projeto está apenas no começo: neste primeiro momento serão digitalizados “arquivos especiais” de dez praças, um trabalho gradativo que pretende cobrir todo o País. “Estamos na fase de mapeamento, de identificação das instituições que têm acervo e podem se integrar ao Coleções. A meta é visitar o máximo possível de arquivos e bibliotecas”, informou. O Coleções Periódicos Nacionais é um desdobramento do projeto de modernização que a Biblioteca Mário de Andrade pretende implementar no próprio acervo iniciado a cerca de dois anos.

A proposta é digitalizar quatro séculos de história. “Os periódicos tem a característica de contar aspectos locais, então quando pensamos na atualização tecnológica do nosso acervo vimos que o projeto deveria ser coletivo e estendido para todo o Brasil”. As pesquisas serão feitas por palavras chaves, como nome de um autor ou tema. A Secretaria de Cultura de Natal terá participação fundamental neste projeto,

“O objetivo é agregar conteúdo potiguar a essa rede que começa a se configurar, e como temos um cronograma apertado precisávamos vincular logo uma instituição local ao projeto (Secult-Natal/Funcarte/Biblioteca Esmeraldo Siqueira). O BNDES não esperava um retorno tão rápido, nem nós, identificamos uma demanda geral fazer pelo manejo de acervos de forma virtual que permita maior interação”, destacou Bagolin.

 

Com informações da Tribuna do Norte.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *