Destaque

NESTA QUARTA TEM SOPRANOS LATINAS NO TEATRO RIACHUELO COM INCENTIVO DA LEI DJALMA MARANHÃO

Elizabeth Rodriguez-Berrios

A quarta-feira será de muito canto lírico e música clássica no Teatro Riachuelo. E a Prefeitura do Natal está presente no projeto Quartas Clássicas através da Lei Djalma Maranhão. Com entrada gratuita, o projeto é um dos contemplados pela Programa Municipal que possibilita renúncia fiscal para empresas investirem em cultura.

Três sopranos latinas são as convidadas para o concerto que começa ás 20h. A porto-riquenha Elizabeth Rodriguez Berrios e as mexicanas Andrea Cortés Moreno e Liliana Del Conde atuarão como solistas junto à Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte (OSRN), regida pelo maestro Linus Lerner.

O concerto terá repertório diversificado, incluindo peças renomadas, como Em mi viejo San Juan, de Noel Estrada, Cuando vuelva a tu lado, de María Grever, Habanera (Ópera Carmen), de Georges Bizet, Nessun dorma, de Giocachino Puccini, Sempre Libera (Ópera La Traviata), de Giuseppe Verdi.

A soprano Elizabeth Rodriguez Berrios tem vasta experiência como solista. Entre suas atuações, está na opereta La Leyenda del Beso, realizado no Centro de Bellas Artes de Porto Rico, e Orquestra Mexiquenses, com a encenação da Ópera Salsipuedes Daniel Catan. Atualmente integra a Escola Superior de Música do Conservatório de seu país natal.

Já a solista Andrea Cortés Moreno se formou com honras no Conservatório Nacional de Músico do México. Sua estreia na música clássica aconteceu na Orquestra Sinfônica do Sul do Arizona, em 2015, nos Estados Unidos. Sua programação futura inclui participação na Gala de Ópera no Brasil 2017.

A cantora Liliana Del Conde ingressou na música aos nove anos de idade como parte do grupo musical Calamity, cantando em programas de rádio e televisão. Graduada pela Escola Superior de Artes de Yucatán, no México, Del Conde já participou de recitais na Alemanha, Portugal, França e México, ambos de música clássica e música popular mexicana. Também participa de inúmeros concertos, festivais e óperas, sob a batuta de renomados maestros, como Werner Seiss e Thomas Körner. Tem quatro produções musicais e um destes discos tem suas próprias composições.

 

Andrea Cortés Moreno

 

 

 

ENCONTRO DE VIOLEIROS, CHORO, ESPETÁCULOS INFANTIS E DE DANÇA ESTÃO NA AGENDA CULTURAL

Grupo de Dança da UFRN 07 Encontro de Princesas 03

Fim de semana é sinônimo de atrações culturais em Natal para toda a família e em diversas regiões da cidade. Através do incentivo da Prefeitura do Natal, via Lei Djalma Maranhão, o público poderá apreciar shows, espetáculos de dança, infantis, arte urbana e até desafio de violeiros.

O Programa Djalma Maranhão de Incentivo à Cultura é hoje o principal mecanismo de produção cultural em Natal. Graças à renúncia anual de impostos municipais (ISS e IPTU), a cadeia produtiva da cultura em Natal produz os mais destacados projetos nas mais variadas áreas.

Conheça a agenda para sábado (19) e domingo (20) através da Lei Djalma Maranhão e ações da Secretaria de Cultura de Natal (Secult/Funcarte)

 

          SEXTA (18)  PÁTIO DA SECULT “ENCONTRO DE GERAÇÕES” DESAFIO DE VIOLEIROS

Três gerações de violeiros estarão se apresentando no pátio da Secult/Funcarte a partir das 19h. O consagrado Pedro Bandeira e os jovens Felipe Pereira e Helânio Moreira sobem ao palco para mostrar a versatilidade e criatividade da viola nordestina. O show, inclusive, vai virar um DVD para o registro deste encontro inédito. ENTRADA FRANCA. INÍCIO: 19H

 

 

            SÁBADO (19) ESPAÇO JESIEL FIGUEIREDO “BATALHA DO VINHO”

No Espaço Cultural Jesiel Figueiredo (Gramoré), a partir das 19h, tem mais edição da “Batalha do Vinho”. Trata-se de um duelo entre Mcs e Djs que reúne diversas tribos de artes urbanas na Zona Norte de Natal. Desde o hip hop, rap, passando pela sonoridade regional, grafitti e skate. INÍCIO: 19h. ENTRADA FRANCA

 

SÁBADO (19) PARQUE DAS DUNAS – DANÇANDO NAS DUNAS

O Grupo de Dança da UFRN é a atração deste sábado. Com repertório bastante variado e voltado à dança contemporânea, também optando por não excluir outras referências estéticas e técnicas. Nos últimos anos o Grupo produziu, entre outros, os espetáculos COPYRIGHT, AFINS, EGO, BALÉ ESTÂNCIA (a convite da Orquestra Sinfônica da UFRN), e recentemente desenvolveu residência artística nas cidades de Norway e Portland nos Estados Unidos. INÍCIO: 16H30. ENTRADA FRANCA

 

DOMINGO (20) PARQUE DAS DUNAS- BOSQUE ENCENA

As princesas clássicas resolveram marcar um encontro para apresentar e coroar a mais nova princesa do Reino Encantado. Moana não é bem uma “princesa”… Mais conhecida como “A Filha do Chefe”, ela chegou para conquistar crianças e adultos. Então que tal relembrar um pouco da história das princesas clássicas e conhecer a mais nova “Princesa da Praia”?  INÍCIO: 10H . ENTRADA FRANCA

 

          DOMINGO (20) PARQUE DAS DUNAS – SOM DA MATA

O regional Choro da Terra é a atração deste domingo do Som da Mata. O grupo apresenta um repertório dedicado aos grandes compositores da música popular como: Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, K-Ximbinho, Pixinguinha, Jacob do Bandolim e Waldir Azevedo, dentre outros. INÍCIO: 16H30. ENTRADA FRANCA.

 

 

 

 

SECULT/FUNCARTE BUSCA, AO LADO DE ARTISTAS E PRODUTORES, NOVAS FORMAS DE VENCER BUROCRACIAS E PLANEJAR O NATAL EM NATAL 2017

20638899_1719056895070869_5696587913494339970_n 20664728_1719755845000974_2902113353935478130_n 20727981_1719997081643517_2748923091978754340_n 20729277_1719763365000222_7234972920107189388_n

 

Encurtar barreiras burocráticas, agilizar processos artísticos dando celeridade aos trâmites, ouvir sugestões e demandas daqueles que fazem a Cultura do RN e antecipar o planejamento do Natal em Natal 2017.  Esta tem sido a pauta da Secretaria de Cultura de Natal (Secult/Funcarte) em reuniões permanentes com os artistas da cidade.

O secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão, tem promovido reuniões com diversos artistas e segmentos focando tanto nas sugestões para encurtar a burocracia como as ações do Natal em Natal que estão sendo planejadas.

Nas reuniões com maestros e maestrinas do Carnaval Multicultural, por exemplo, foram discutidos mecanismos que reduzam a burocracia da contratação e sugestões para o Carnaval 2018. “Temos convocado os diversos segmentos culturais para discutir possibilidades, ouvir sugestões e também ao mesmo tempo dialogar com órgãos de controle. A burocracia e exigências legais são uma realidade, todos devemos nos adequar, mas existem possibilidades a serem discutir que podem tornar os trâmites menos traumáticos. E estamos tendo ótimos retornos de todos os lados envolvidos”, comentou o secretário.

Artistas como Krhystal, Pedrinho Mendes e Miguel Carcará já participaram de reuniões com a Secult/Funcarte para discutir também projetos para o Natal em Natal, caminhos de parcerias e sugestões.

“Em breve teremos um novo cenário e uma perspectiva de um Natal em Natal cada vez mais democrático, aberto e como sempre foi abrangendo todas as linguagens, do teatro ao audiovisual, passando pela música, dança e cultura popular”, avaliou Dácio Galvão.

 

Convocatória projeto “Nossa Orla”. Baixe aqui todos os anexos!

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura (Secult/Funcarte) disponibiliza na edição de hoje (9) do Diário Oficial e no Blog da Funcarte www.blogdafuncarte.com.br todos os regulamentos e anexos necessários  para a convocatória de atrações artísticas para o projeto “Nossa Orla, um novo clima no seu Verão” edição 2017.

O processo  visa constituir programação nos palcos nas Praias da Redinha, do Meio/Forte, de Areia Preta e Ponta Negra, no período de 18 de novembro a 16 de dezembro, com a finalidade de ofertar à população o acesso à arte e à cultura, dentro do “Natal em Natal 2017”.

A convocatória tem por objetivo o credenciamento de Pessoas Jurídicas ou Pessoas Físicas e abrangerá shows musicais de pequeno e médio porte, performances, danças, vivências criativas, espetáculos infantis, stand up, cantorias e repentes, causos, contação de estórias e/ou outras atrações artísticas. Todos os documentos, regulamentos, anexos e informações sobre todo o processo estão nos links abaixos para baixar:

 

CONVOCATÓRIA Nº 002 ANEXOS PROJETO ESPAÇO MARILENE DANTAS

CONVOCATÓRIA Nº 003 ANEXOS – PROJETO NOSSA ORLA

PROJETO ESPAÇO MARILENE DANTAS PDF

PORTARIA nº 135 – PROJETO NOSSA ORLA PDF

 

ENCONTRO DE DANÇA, NO TEATRO RIACHUELO, É ATRAÇÃO DESTA QUARTA ATRAVÉS DA LEI DJALMA MARANHÃO

09-08

A grande pedida cultural em Natal para esta quarta-feira (9) é o 10º aniversário do projeto Encontro de Dança, que conta com recursos da Prefeitura do Natal, através da Lei Djalma Maranhão de Incentivo à Cultura. A apresentação do espetáculo Lub Dub (Balé Teatro Castro Alves-BA) começa às 20h e tem entrada franca.

Com criação do dançarino, coreógrafo e compositor sul-coreano Jae Duk Kim, a coreografia é uma intensa alternância de movimentos de tração e estremecimento, dinamismo e relaxamento, ritual e contemporâneo.

Dez dançarinos em cena têm a percussão como motivação sonora e física. A estrutura coreográfica se desenvolve pelas características peculiares do coreógrafo: ele oscila do silêncio absoluto à vertigem, em questão de instantes, sempre em estreita relação com a trilha sonora.

O próprio Jae Duk Kim assina a trilha, que tem como base instrumentos percussivos das culturas oriental e ocidental, efeitos incidentais, canto e sons ao vivo.

O curioso nome do espetáculo é uma referência ao som das batidas do coração. Para a medicina, os dois primeiros (ou principais) sons cardíacos são denominados ‘lub’ e ‘dub’, que representam a bolha produzida pela abertura e fechamento das válvulas que permitem a passagem do sangue. Assim, o título é uma metáfora dos sons e batidas da vida, da própria humanidade e sua energia vital, que motiva e sustenta o movimento do corpo: o corpo que pulsa, medita, protesta e luta.

O 10º aniversário do projeto Encontro de Dança também tem apresentações em Parnamirim. Confira programação em www.encontrodendanca.com

 

 

 

20H | TEATRO RIACHUELO

ABERTURA OFICIAL

 

LUB DUB – BALÉ TEATRO CASTRO ALVES (BA)

Coreografia: Jae Duk Kim

Sinopse:

Para a medicina, LUB e DUB é a denominação dada aos sons do coração produzidos pela abertura e fechamento das válvulas que permitem a passagem do sangue. LUB e DUB tornam-se assim metáforas do som da vida.

A coreografia tem a percussão como motivação sonora. Utiliza características peculiares do coreógrafo Jae Duk Kim: a estrutura coreográfica cíclica e a fluidez de inúmeros ciclos, que se desenvolvem simultaneamente e alternam movimentos de tração, estremecimento e reverberação, intercalados a desenvolvimentos dinâmicos e estados de relaxamento.

 

« Older Entries