DA RIBEIRA PARA O PARQUE

130922_MG_0757130922_MG_0494130922_MG_0540

 

O Catita Choro & Gafieira deixa sua toca na Ribeira e sobe no palco do Anfiteatro Pau-brasil, no Parque das Dunas, para participar do projeto Som da Mata.

Em 2008, quando alguns músicos do Ribeira de Pau & Corda, no período fora do carnaval, passam a tocar choro no meio da rua, no Beco da Lama,na Cidade Alta, fundam o grupo cujo nome homenageia o compositor potiguar K-Ximbinho, autor do famoso choro “Catita”. Após um ano de Cidade Alta, encontram um pequeno imóvel para alugar na Ribeira, nascendo aí o Espaço Cultural Buraco da Catita. Em 2010 o grupo grava seu primeiro CD “Catita Choro & Gafieira”, e consolida a formação instrumental que se mantém até hoje.

O Catita é formado por: Ronaldo Freire (flauta e piccolo), Enéas Albuquerque (clarinete), Neemias Lopes (sax alto, arranjos edireção musical), Cosme Damião (trompetee flugel-horn), Gilberto Cabral (trombone), Marcelo Tinoco (bandolim), Fernando Botelho (violão 7 cordas), Paulo Sarkis (contrabaixo), Raphael Bender (bateria) e Leandro Claudino (percussão).

No repertório, composições próprias e interpretações de músicas de Jacob do Bandolim, Moacir Santos, Zé Menezes e Pixinguinha, dentre outros choros, maxixes e baiões.

O Som da Mata acontece graças à renúncia fiscal da prefeitura através da Lei Djalma Maranhão e do aporte financeiro do Programa Unimed Cultural, além do apoio cultural do Governo de Estado através do Idema que cede o espaço onde acontece o evento.

Som da Mata: Catita Choro & Gafieira

Dia: 18 de maio (domingo)

Hora: 16h30

Local: Anfiteatro Pau-brasil – Parque das Dunas

End: Av. Alexandrino de Alencar, s/nº – Tirol

Fone: 3201-4440

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *